Royalties tem a maior baixa e prefeito pede apoio da equipe para manter o equilíbrio das finanças

A situação é crítica para a maioria das prefeituras do país que viam os royalties pagos pela produção do petróleo como a sua maior fonte de receita. Em Macau, esse mês de março, a arrecadação chegou ao patamar de R$ 1.056 milhão, o valor mais baixo dos últimos dez anos.

Preocupado com o cenário econômico do país, nada favorável pela as prefeituras, o prefeito em exercício, Einstein Barbosa chama atenção da equipe de governo, de modo que os secretários fiquem em alerta e sigam à risca o artigo 3 do Decreto de Emergência, publicado em novembro de 2015.

Segundo o artigo 3 do decreto, estão suspensas as concessões e o pagamento de qualquer vantagem aos vencimentos dos servidores do município. Para o prefeito, o fato se agrava ainda mais, quando o município contabiliza também quedas de outras receitas, o que compromete o equilíbrio nas contas públicas.

índice