“Teremos um Plano de Educação com o poder de ultrapassar gestões”, declarou o prefeito sobre o esforço para elaboração do PME

Conf

A construção de um Plano Municipal de Educação pautou as discussões que se iniciaram na última sexta-feira, 12, durante a Conferência Municipal de Educação, que aconteceu no Câmpus do IFRN, em Macau e terminaram nas primeiras horas da madrugada desta terça-feira, 16, no auditório do Complexo Educacional João Penha Filho, com a presença de educadores e do prefeito Kerginaldo Pinto.

“Esse momento significou um grande avanço, por se tratar de um plano de Estado e não somente um plano de governo. A sua aprovação pelo poder legislativo, transformando-o em lei municipal confere poder de ultrapassar gestões”, destacou o prefeito Kerginaldo Pinto, observando que o projeto supera uma prática tão comum no país: a descontinuidade que acontece em cada governo, onde é necessário recomeçar as políticas públicas do zero, por falta de planejamento.

Para Ivanize Ribeiro, Coordenadora Geral do Plano Municipal de Educação, a elaboração de um plano desse porte constitui-se como momento de um planejamento conjunto do governo com a sociedade civil que, com base científica e com a utilização de recursos previsíveis com o intuito responder às necessidades sociais.

Durante dois dias de debate, foi registrada a presença de vereadores, técnicos da secretaria municipal de educação, secretários e assessores do município, membros do Conselho Municipal de Educação, representantes de associações, sindicatos, diretores das escolas, professores e alunos, entre outros setores da sociedade.

Secretário de Educação no município, padre Lenilson Chagas destacou a parceria da UFRN, UNDIME RN, IFRN, SINTE-Regional de Macau, 6ª Dired, UERN e da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Desenvolvimentos Social.

“Todas essas instituições foram importantes no momento em que unimos esforços para discutir as condições e definir políticas educacionais capaz de promover a inclusão social, dentro de uma perspectiva orgânica e republicana de educação”, concluiu o secretário municipal de educação.

conferencia 02